Seguro aquícola na América Latina: a produção de organismos aquáticos e o cenário atual do seguro aquícola na região

Globalmente, o pescado representa cerca de 17% da proteína animal média per capita, o que torna a aquicultura mundial uma importante indústria provedora de alimentos e geradora de empregos. A exploração indiscriminada do estoque natural ainda é uma grande preocupação e vem causando o aumento na diferença entre a oferta e demanda de organismos aquáticos. Por isso, o estímulo à produção aquícola sustentável é importante e necessário. Porém, na América Latina, assim como em outras regiões, ainda enfrentamos muitos desafios para o desenvolvimento dessa atividade, como a dificuldade de acesso ao crédito para investimento e custeio, a ausência de políticas públicas consistentes, a ineficiência do setor de logística e infraestrutura, entre outros. O seguro aquícola aparece como uma importante ferramenta de gerenciamento de riscos proporcionando estabilidade à operação dos aquicultores, e avançará na medida em que a indústria aquícola se desenvolva. Ainda  enfrentamos a carência de profissionais tecnicamente qualificados na cadeia produtiva, a ausência de certificação e manual de boas práticas locais, a falta de conhecimento do produto de seguro aquícola, entre outros desafios. Com essa publicação, a Swiss Re espera contribuir para um melhor entendimento do seguro aquícola e os principais desafios para o seu desenvolvimento na América Latina. 

Publicação