Proteção patrimonial na América Latina

O subseguro de riscos patrimoniais continua a ser um desafio global. O mais recente artigo especializado da Swiss Re Economic Research & Consulting trata da lacuna de proteção patrimonial – a diferença entre as perdas econômicas totais e seguradas – na América Latina.

O artigo, intitulado "The property protection gap in Latin America" (A lacuna de proteção patrimonial na América Latina), estima perdas patrimoniais por catástrofes naturais a partir de perspectivas históricas e modeladas, e avalia o que pode ser feito para eliminar essa lacuna.


Alimentado pelo desenvolvimento econômico e rápida urbanização, o valor do patrimônio em risco ultrapassou a aquisição de seguros em muitos países, inclusive naqueles sujeitos a catástrofes naturais. Vista de uma perspectiva histórica, a lacuna de proteção cresceu de forma constante ao longo das últimas quatro décadas na América Latina. De uma perspectiva modelada, com base em modelos de distribuição de perdas da Swiss Re para o risco sísmico e considerando uma amostra de sete países da região, estimamos perdas econômicas totais de US$ 6,9 bilhões por ano, 88% das quais são previstas como não seguradas.


Os mercados de seguro podem eliminar a lacuna?  Nossa análise demonstra que o mercado de seguro patrimonial da América Latina está crescendo rapidamente. Apesar de ser um mercado pequeno para os padrões mundiais, sua participação no mercado global subiu de 2,4% em 2005 para 4,4% em 2014. Brasil e Chile têm o maior volume de prêmios na região, com US$ 6,5 bilhões e US$ 3,4 bilhões, respectivamente, e as taxas mais altas de penetração do seguro patrimonial são a do Chile (0,53%) e a da República Dominicana (0,42%).


Mesmo assim, a região ainda tem um longo caminho a percorrer para reduzir o impacto da lacuna na sua economia.


O artigo também analisa o papel dos setores público e privado, e como estes podem ajudar a mudar os comportamentos de compra e as estruturas de mercado. Novas tecnologias de distribuição e produtos personalizados também podem ajudar a aumentar a penetração dos seguros e alcançar um mercado importante mal atendido. 


Modelagem prospectiva: o segredo...

A digitalização e a globalização da sociedade e da indústria estão tornando o panorama de riscos cada vez mais complexo e interligado, aumentando o potencial de acumulação nas carteiras de responsabilidade...

Read the whole story

sigma 2/2016: Garantindo os mercados...

- O relatório sigma identifica 21 mercados na África Subsaariana, América Latina, Comunidade de Estados Independentes e Sul da Ásia com a combinação de condições ideais para o crescimento dos seguros...

Read the whole story